6 coisas que não te contaram sobre o leite de soja

6 coisas que não te contaram sobre o leite de soja

Veja aqui 6 coisas que você deveria saber antes de ingerir o famoso leite de soja.


Olá, pessoal.
O papo de hoje é sobre leite de soja. Isso mesmo, resolvemos colocar este assunto em pauta para trazer um pouco mais de esclarecimento e tentar te mostrar o outro lado da questão, aquele que, geralmente, não te contam.

É claro que você já deve ter ouvido falar dos benefícios do leite de soja,: baixo teor de colesterol, não contém lactose, é rico em nutrientes, vitaminas, etc. Sabendo disso, a tendência é acreditar que esse alimento já vem com um selo de saudável, conferido pela própria mãe natureza.
Mas no caso do leite de soja, a conversa não deve e nem pode parar por aí não. Ele, de fato, contém estes benefícios citados acima, mas contém também outras substâncias, e para essas outras, a dona mãe natureza não tiraria o chapéu. O fato é que, ingerir leite de soja pode não ser tão saudável quanto apregoam e, pior, pode ser muito nocivo.
Abaixo estão listadas 6 fatos que geralmente não se conhece sobre o leite de soja. É claro que existem muito mais coisas que não são ditas, mas aqui vou listar apenas as 6 que considero principais. Vou tentar achar um equilíbrio para ser o mais sucinta possível para que a leitura não se torne cansativa, mas não tanto a ponto de faltar informações essenciais. Depois vocês me dizem se fui bem sucedida hehe.

Bom, bora lá listar esses 6 vilões:

1- O leite de soja usa soja transgênica.

Quase a totalidade da soja produzida hoje em dia é geneticamente modificada, isso não é novidade, né? Mas sabe o que, de fato, isso significa? Isto quer dizer que a planta foi quimicamente alterada para resistir a altas quantidades de herbicidas sem morrer. Isso mesmo, ela pode suportar um monte de veneno e continuar viva. O problema é que ela vai absorvendo todos eles e, como se sabe, os fertilizantes são altamente cancerígenos, além de causarem defeitos congênitos. Estudos feitos em laboratório concluíram que a soja geneticamente modificada também causa infertilidade.

2 - O leite de soja contém carragena:

A carragena é uma substância retirada de algumas espécies de algas comestíveis e usadas por causa de suas propriedades estabilizantes, espessantes e gelificantes. As duas primeiras palavras são autoexplicativas e a terceira deriva de gel e não de gelar, tá?
Embora a origem da carragena seja de fontes naturais, o nosso organismo não consegue digeri-la e ela não contém nenhum valor nutricional, ou seja, não há nada nela que nos traga algum benefício. Ainda por cima, ela desencadeia respostas imunes negativas em nosso organismo, ocasionando inflamações intestinais, síndrome do cólon irritável e diarreia crônica. Pesquisas sugerem também que ela pode aumentar o risco de câncer de cólon.

3 - O leite de soja contém uma substância que deixa nossos hormônios malucos:

O leite de soja contém imitadores hormonais, na forma de isoflavona. Eles se ligam aos receptores de estrogênio do nosso organismo e podem causar sérias alterações no nosso frágil sistema hormonal. Existem outros sérios problemas relacionados à ingestão deste hormônio que não vamos tratar agora mas, para dar uma ideia da gravidade, o doutor Lair Ribeiro afirma que as meninas atingem a puberdade prematuramente por conta deste hormônio e, nos meninos, pode gerar uma condição chamada de síndrome do pênis pequeno.

4 - O leite de soja tem uma substância que engrossa o sangue:

A soja tem hemaglutinina. Esta substância aumenta a viscosidade do nosso sangue, o que atrapalha sua circulação e oxigenação. Isto pode ocasionar coágulos e gerar risco de acidentes vasculares.

5 – O leite de soja contém uma substância que é ladra de nutrientes.

A soja contém altas concentrações de ácido fítico. Esta substância provoca a perda de nutrientes vitais ao nosso organismo, além de bloquear a absorção de alguns minerais essenciais. Ou seja, além de você não aproveitar os nutrientes dela, ela ainda rouba os seus. Malvada, né?

6 - O leite de soja contém alumínio.

Existe uma grande quantidade de alumínio em alimentos derivados de soja. Este metal é extremamente tóxico para o nosso organismo pois afeta os rins e o sistema nervoso. Estudos recentes têm ligado o alumínio à doença de Alzheimer e demência.
Então é isso, pessoal, na longa caminhada por uma alimentação mais saudável, o primeiro passo é buscar conhecimento sobre o assunto, né? Ainda mais hoje em dia, com tantos alimentos tidos como saudáveis, mas cheios de substâncias prejudiciais, a gente tem que abrir o olho e caçar o máximo de informação possível para não comprar gato por lebre.

Até a próxima e viva bem.